05 janeiro 2010

Complementos para o Google Chrome deixam sua navegação mais prática

Navegador passa a oferecer recurso similar aos concorrentes.
Deixe suas dicas, dúvidas e sugestões na área de comentários.

Um recente relatório do site Net Applications colocou o Google Chrome à frente do Safari da Apple na “Guerra dos Navegadores”. O número de usuários deste navegador ainda é inexpressivo frente ao Internet Explorer e ao Mozilla Firefox, apenas 4,63% de participação.


Um dos grandes “pecados” do Chrome e que sempre gerou reclamações de usuários – principalmente os originários do Firefox – era a ausência de complementos.


O Google também divulgou recentemente que a versão beta do navegador agora terá suporte a complementos. Pouco tempo depois, uma razoável lista de opções foi disponibilizada para os “testadores” do navegador.


Complementos são programas que são instalados anexos ao navegador para criar certas facilidades. Um dos principais fatores de sucesso do Mozilla Firefox são seus milhares de complementos que ajudam seus usuários, sob diversas formas. Eu mesmo não abro mão do Firefox justamente por seus complementos.


O Internet Explorer também tem um repositório de complementos que é mais modesto que o do Firefox, porém a adesão dos usuários é baixa.

Complementos do Chrome

Indisponivel/Indisponivel

Página de complementos do Chrome já conta com diversas opções para o usuário testar. (Foto: Reprodução)

Em um mundo de betas, onde o Chrome é beta e os complementos também são betas, não podemos esperar que tudo seja lindo e funcione perfeitamente. Nem no mundo das versões estáveis encontramos isso. Por isso, não estou muito preocupado com a estabilidade do navegador e de seus complementos. Quero testar as novidades e, nesta coluna, dizer quais são os complementos interessantes e no que eles poderão facilitar sua vida.


Antes de começar é preciso ter a versão beta do Chrome, que pode ser obtida clicando aquie, a partir dele, acessar a página de complementos clicando aqui.

Outra informação importante: no ambiente do Firefox e do Internet Explorer usamos o termo “complementos” e no Chrome, usamos o termo “extensão”.

Muitos complementos vêm do próprio Google e ajudam o usuário a interagir com os serviços da empresa. Vou destacar alguns.

Google Mail Checker

Complemento que adiciona um ícone ao lado da barra de endereços do navegador e permite, uma vez autenticado em uma conta do Gmail, monitorar as atividades do correio eletrônico. Quando chega uma nova mensagem, um contador é incrementado mostrando o total de novas mensagens. Ao clicar no ícone o GMail é automaticamente carregado. Essa extensão é bem mais simples que as similares para Firefox que exibem muito mais detalhes.

Ampliar FotoIndisponivel/Indisponivel

Complemento que conecta o usuário ao facebook de forma mais simples e direta. (Foto: Reprodução)

Facebook

Para quem dedica bastante tempo aos contatos do Facebook este complemento é muito útil. Ele também instala um ícone ao lado da barra de endereços e quando o usuário está autenticado site, ele fica ativo. Ao clicar no ícone, uma aba de funcionalidades é exibida e, através dela, o usuário pode dizer o que está fazendo no momento (modo “twitter” do facebook); pode iniciar conversas on-line (chat) com seus contatos e visualizar sua lista de notificações.

URLShortener

Ferramenta para encurtar URLs (endereços de sites) para postar em redes sociais como Facebook e, principalmente, o Twitter. O nível de configuração permite adicionar diversas redes de encurtamento, como o Bit.ly, t, Migre.me, TinyURL e os novos goo.gl e Youtu.be.

A tela de configuração é bastante simples: existe uma lista de sites encurtadores e você marca o que deseja usar. Em sites como o Bit.ly, a ferramenta permite a inserção do ID e API Key para que os links encurtados possam ser auditados na conta do usuário no site.


Existe também uma integração com o Twitter: é possível enviar mensagem direto para a rede quando o usuário encurta uma URL. O complemento é bastante prático e útil.

RSS Subscription Extension

Outro calcanhar de Aquiles do Chrome era ter sumariamente ignorado os arquivos de Feed tão usados por toda a internet. Essa extensão habilita o “conhecido” ícone de RSS que fica na barra de endereço dos sites – quando, claro, os sites disponibilizam o serviço.

Indisponivel/Indisponivel

Com o complemento RSS Subscription Extension o usuário de ter acesso a uma funcionalidade nativa dos concorrentes. (Foto: Reprodução)

Ao clicar no ícone de RSS, a página de feeds é exibida e o usuário pode cadastrá-lo em seu Google Reader ou outro serviço on-line de sua preferência. O Chrome ainda não tem um agregador de feeds embutido, mas o Google Reader da conta do recado.

VerticalTabs

Esse complemento cria uma lista vertical das abas abertas e é interessante para pessoas que gostam de manter inúmeras abas abertas. Um recurso bastante útil o da possibilidade de fazer buscas nessas abas. Como funciona? Suponha que você está realizando uma pesquisa e tem diversas abas abertas com temas relacionados. Ao clicar na ferramenta – que fica ao lado da barra de endereços – e digitar no espaço de busca uma palavra-chave, só serão elencadas as abas que tenham em sua URL (ou no título) o mesmo termo buscado.

Indisponivel/Indisponivel

Abas verticais com opção de busca. Útil para quem trabalha com muitas abertas. (Foto: Reprodução)

Ampliar FotoIndisponivel/Indisponivel

Metrist é um cliente para Twitter no Google Chrome. (Foto: Reprodução)

Metrist

Não posso deixar fora da lista um complemento para o Twitter. Bastante simples e similar ao EchoFun para Firefox, o Metrist permite visualizar a timeline do usuário no Twitter, enviar mensagens para a rede social, ver mensagens diretas e citações.

O visual é modesto e não existem personalizações avançadas. Um recurso interessante é o de cacheamento das mensagens, ou seja, as mensagens são salvas no PC e você poderá ler mesmo se a rede do Twitter estiver fora do ar.

History2

O pacotão de 31/12 falou justamente sobre os históricos dos navegadores e mostrou que o histórico do Chrome é bem organizado e exibe logo de cara as páginas acessadas ordenando-as por dia e horário de acesso. Quem quiser mais organização e detalhes pode usar o complemento History2, que agrupa as páginas acessadas por domínio. Por exemplo, tudo que é do Google, tudo que é do G1 e assim por diante. Também inclui botões para acesso rápido a históricos do dia anterior, última semana, último mês.

Considerações finais

Claro que esta lista é bem resumida e existem centenas de complementos para as pessoas usarem. Entendo também que, por se tratar de uma funcionalidade beta, o sistema de instalação está bem resolvido. Diferente do Firefox, não é preciso reiniciar o navegador para usar os complementos recém-instalados, o que é uma grande vantagem.

A adoção de complementos irá certamente aumentar o número de usuários deste navegador, principalmente por pessoas acostumadas com o Firefox. Resta saber como ficará o desempenho do Chrome quando estiver rodando muitos complementos ao mesmo tempo. O Firefox tem alguns problemas de performance quando “dependuramos” nele muitos complementos.

A coluna hoje fica por aqui. Até quinta, quando volto com as respostas das dúvidas dos leitores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bem Vindo Ao VemPC...
Oque Você Achou desse post?

Search